Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Repouso’


Algumas palavras que inspiram. Olhos abertos para as cores e flores do dia. Pés na grama e sonhos nas nuvens. Uma música que embala. Precisa mais?

Bom fim de semana.

DESEJOS

Desejo a vocês…
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

Carlos Drummond de Andrade

Imagens balas e balões: http://www.weheartit.com

Você também pode gostar de…

FullSizeRender_1 2

Pausa

De repente, nada

Apetites


Anúncios

Read Full Post »

Envoquei e pronto. Queria porque queria fazer um piquenique no Central Park. E bati pé em mais outra coisa: tinha que ser com sanduíche da Zabar’s, lanchonete-loja-mercado famoso pela comida e por ser personagem coadjuvante de muitos filmes. Escolhemos sanduíches de salmão e de mozzarella de buffala e, munidas de cangas e lenços que viraram toalhas de picnic, lá fomos nós. Foi perfeito, como eu imaginei. Dia lindo, parque esplêndido, a vida americana em estado puro.

Imagens do passeio, já que dos sanduíches, nem migalha…

A gente, os bichos.

Nos bancos, pequenos pedaços de histórias. O fim perfeito para o dia perfeito: um cheesecake novaiorquino.

Você também pode gostar de…

DSCN1776

Torta de requeijão

Curitiba – ParCão

DSC_2214

Bancos de madeira pintados

Read Full Post »


Somos regidos por horários e compromissos. Até o fazer nada precisa ser maquiado com um motivo qualquer: estou sentado aqui no sol lendo um livro porque o médico mandou, mas já estou indo para o supermercado… Até quem, como eu, não tem um trabalho formal (nem informal, diria meu marido), vive no fio da navalha de agendas apertadas, do atraso, da neura da pontualidade, do trânsito afogado, dos intervalos preenchidos com o que supostamente parece com “vou aproveitar e fazer mais isso hoje para ter um tempinho livre amanhã”… O problema é que no “tempinho livre” de amanhã também vamos fazer algo para liberar o dia seguinte. A que ponto chegamos… evitando o ócio.

Aí, de repente, me vejo em uma ilha onde não há agenda, não há trânsito (não existem semáforos), se bobear até o tempo aqui está relaxado. Os compromissos se resumem às refeições, as comprinhas na quitanda, uma ou outra atividade de detalhes na casa, um restaurantinho. Fora isso, nada. Praia, mergulho, sol, jantar, conversa sob as estrelas até ver a primeira cadente ou o sono chegar. Nada de TV, nada de jornais, telefone inviável, internet restrita e economizada para o blog.

Que delícia de nada!

Imagens: http://www.weheartit.com

Você também vai repousar em…

Repouso na Toscana

Encantos do rakú

Read Full Post »