Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Reflexões’

Durante 10 anos trabalhei em uma clínica de fonoaudiologia para onde ia todos os dias passando de carro pela mesma rua. Há pouco tempo atrás, olhando da janela do consultório de uma fisioterapeuta, lá das alturas, enxerguei aquela rua de cima, um ângulo novo para mim. E vi, pasma, que os paralelepípedos tantas vezes percorridos, tinham um desenho que eu nem imaginava.

DSCN2924

Me fez pensar.

Já procurou um endereço no Google Maps? Já viu sua casa ou o hotel que quer conhecer, usando o Google Earth? Aquela ferramenta do computador que permite que você se afaste, veja uma rua, uma cidade, um país, o mundo, de distantes perspectivas?

E enfiado em um problema até o pescoço, já se sentiu? Parece que está tudo complicado, a floresta é escura, tem um lobo atrás de cada tronco, o chão é de lama e tem uma chuva que piora tudo. Você tenta resolver de algum jeito, mas afundado no problema, na dor, na dúvida, no medo, não consegue se desvencilhar.

Captura de Tela 2013-07-03 às 22.27.26

Ligue o seu Google Earth.

Tente ver a si mesmo e ao seu problema de fora, de longe. Olhe de cima, você uma peça em um mundo de Playmobil. Dali, a gente enxerga o todo, as armadilhas, as saídas, as soluções. Vê por outras óticas, como um observador mais frio, capaz de algum tipo de decisão. Funciona. Experimente.

Captura de Tela 2013-07-03 às 22.41.01

Ilustração por Carlinhos Müller

Foto de Sebastião Salgado – Genesis

Você também pode gostar de…

Captura de Tela 2013-04-23 às 22.34.56Antes de morrer

Captura de Tela 2012-01-14 às 18.56.40Todas as visitas

Captura de Tela 2013-04-21 às 22.39.10Voar é para os pássaros

Anúncios

Read Full Post »

A gente está sempre ocupada. Sem tempo. Atrasada. Correndo atrás do prejuízo. Num corre-corre.

Tantas expressões que descrevem esse jeito comum de viver sem parar para nada…Triste, não acha? Afinal, essa é a vida que temos para viver e ela é agora, não daqui a pouco.

Está na hora de usarmos um pouco mais o vida mansa, o espera um pouco, o deixa a vida me levar, o quem sabe amanhã. A pausa. Se a gente não se der um tempo, quem vai dar?

Durante a pausa, dar uma boa pensada: sem tempo para quê? Saber priorizar é um dom e dar a devida importância ao que realmente importa redefine rumos.

20130829tirinhawatterson

Daqui.

Você também vai gostar de…

Captura de Tela 2013-04-21 às 22.15.56Tempo, tempo, tempo

Captura de Tela 2012-06-10 às 19.59.54Eu? Não.

Captura de Tela 2013-04-23 às 22.34.56Antes de morrer

Read Full Post »

DSC02917a

Mesmo cercada de água por todos os lados como toda ilha que se preza, nessa ilha grega sob um sol escaldante, pouco verde resiste. Por falta de água, veja que contraditório.

DSC03039

Árvores teimosas de figos ou amêndoas, alguns arbustos empoeirados, bouganvilles resilientes e só. Era assim também na casa onde ficamos: um jardim seco de dar dó com algumas plantas espalhadas pelos cantos. Meio desértico mesmo. Aí, no ano passado resolvemos contratar um jardineiro e sua tecnologia de irrigação bem aplicada. E… voilá! Um jardim se fez! Com doses adequadas de água, as flores, oliveiras, frutas e temperos estão agora ali para nos lembrar o quanto a vida pode ser surpreendente.

DSC02610

DSC00740

DSC02695

DSC02721

Flor da alcaparra.

Me faz pensar em nutrição. Em fome. Em que cada um de nós precisa de diferentes coisas para crescer, para se sentir bem e vivo. Uns precisam de comida, de calor, de atenção. Ou de família, de colo, abraço, de ser ouvido, de ser visto. De companhia, de solidão, de carinho, de disciplina. De trabalho, de tempo, de silêncio, de luz. De paz.

teardrops_of_the_grass_by_fakkker-d5jc2yu_large

E você, já pensou no que te faz florescer? E as pessoas que estão do seu lado? Se nutrem do quê?

Você também vai gostar de…

Captura de Tela 2011-09-01 às 07.18.22Apetites

Captura de Tela 2013-03-03 às 10.27.54Surpreendo-me

Captura de Tela 2011-10-31 às 18.55.49Fazer o que gosta – todos os dias

Read Full Post »

Captura de Tela 2013-07-03 às 19.45.44

Um dia falei sobre tudo aquilo que nunca fiz. Coisas que foram desejadas e não cumpridas, que aguardam quietas a promessa de vir a ser. Desejos que não dão em nada.

Mas tem também uma porção de paixões vividas. Coisas pelas quais nos encantamos e vamos atrás. Aprendemos, fazemos e… passam. Pensei nisso olhando para a estante de livros de minha filha, ainda tão jovem e já com tantas tendências e aprendizagens. Formou-se em publicidade, cursou cinema e agora faz doces. Livros e mais livros comprovam essas buscas e fases.

DSCN3404b

Somos todos um pouco Picasso, com fases azuis, fases rosas e momentos cubistas. Que, pela casa, deixam marcas.

Captura de Tela 2013-07-03 às 19.48.48

Tive minha fase de fonoaudióloga que se manifesta em pastas e mais pastas de desenhos, livros sobre linguagem que se agarram à prateleira e resistem aos meus impulsos doadores. Vivi meu período de bailarina, do qual uma fantasia pende mole no armário. A esse período voltei, ainda bem. No que tange a artes e pintura, então, topo com todo tipo de material que delata minhas nem sempre vitoriosas tentativas – tintas de porcelana, aquarelas, lápis de cor, carimbos, pintura em madeira. Sosseguei? Quem dera, ando espichando o olho para um curso de pintura a óleo…

Captura de Tela 2013-07-03 às 19.45.34

Essa busca é saudável, ninguém sabe o que realmente o satisfaz, no que realmente é bom, o que dá dinheiro como esperava, o que  proporciona prazer em fazer. Há que se tentar e há que se deixar aquilo que não corresponde às expectativas, sempre é tempo de encontrar coisas novas que despertem a alegria de levantar da cama todos os dias. E deixar pela casa essas provas de suas fases, de suas tentativas de acerto, mesmo que tenham parecido erros. Não foram, foram partes de sua busca de ser ou fazer o que te faz feliz.

Telas de Picasso: Mulheres Correndo na Praia (1922)/ Dois Saltimbancos (1901)/  Menina Lendo um Livro na Praia (1937)

Você também vai gostar de…


DSCN0717

Aberta a temporada de bancos

DSCN0521Paixões

Captura de Tela 2011-12-20 às 21.45.22Você tá feliz?

Read Full Post »

moonwalk

Esse vídeo é incrível, a paisagem é sensacional e o rapaz é corajoso demais. Mas o que mais me impressionou foi o movimento da lua. E seu significado: cada vez que isso acontece, um dia ficou para trás.
A vida passa inexoravelmente. Recomenda-se vivê-la bem e fazer dela o melhor possível. E, de preferência, não só para si mesmo.

Quem bom que voltar é bom.

Você também pode gostar de…

cabeTudo aquilo que nunca fiz

Captura de Tela 2013-02-27 às 22.26.52Retribuir

DSC_1058Tempo para nada

Read Full Post »

Captura de Tela 2013-05-04 às 15.18.49Cena no salão de beleza:

A moça entra, seguida de perto pela filha – 4 anos, no máximo. Enquanto a mãe retoca o ruivo-cobre dos cabelos, a menina olha em volta e resolve que quer fazer as unhas. Alguma manicure disponível? Não, todas ocupadas, seguindo agenda apertada. Mas ela quer tanto… Sei que você consegue dar um jeitinho. Jeito dado, o primeiro faniquito:

– Quero ficar perto da minha mãe!

– Perto não dá, o carrinho não alcança.

– Mas eu quero.

Mãe, prevendo birras em evolução, para de lavar o cabelo pela segunda vez e revoluciona a geografia do salão.

– Pronto, agora você está pertinho da mamãe, tá bom assim?

Claro que não, a moça que faz a unha não tem esmalte da cor Chiclete.  Esse sim é um problemão, minha filha precisa da cor Chiclete, alguém aí tem? Turma de manicures alvoroçada, a cor se materializa, outra crise superada.

Aí, o inevitável acontece: a menina fica com fome. Quer um pastel e um milk-shake. O salão não tem lanchonete, oh céus, e agora?! A mãe se abaixa na frente da criança, mãos nos ombrinhos e tenta explicar: “querida, pode ser água ou chá? Pastel a gente compra quando sair, prometo”. Pronto, essa foi demais. A princesa olha em volta, incrédula, faz bico, o queixo treme e o grito sai gigante daquela boca pequenina.

DSCN3473a

O fim da história deixo para você. Em um mundo ideal, a mãe finalmente lembra que aquela criaturinha tem só 4 anos e que ela devia ter ido brincar em um parquinho. Que quem manda aqui é a mamãe, que ela veio só acompanhar e não bagunçar o coreto. Que isso não se faz, entendido? E que ela vai ter que aguentar um pouco porque mamãe precisa acabar de secar o cabelo e depois vão comer alguma coisa. “Não quer a água? Que pena, vai ficar com sede mais um tempinho. E vamos parar de gritar que não é assim que se resolvem as coisas. Senta aqui e vamos ver se a gente acha uma bolsa cor-de-rosa na revista.”

Mas o que acontece, de fato, é a moça saindo apressada e de cabelo úmido, assoprando as unhinhas chiclete da menina que queria pastel.

DSCN3469

O texto é auto-explicativo, eu acho. Não preciso me alongar sobre como a educação de crianças anda meio atrapalhada, pais criando pequenos reis em seus castelos que quando se deparam com a vida lá fora, descobrem que tantos reis e rainhas não vão saber se adequar às normas e regras que ainda existem por aí. Criados como centro do universo familiar, como se sentirão quando se descobrirem estrelas entre milhares? Centro de nada, afinal? Igual a tantos, no fim das contas? Regras ainda existem, são simples e necessárias para termos um mínimo de civilidade em nosso mundo. Precisam ser aprendidas em casa, simples assim.

Você também pode gostar de…

Captura de Tela 2011-11-22 às 17.23.05Limites

DSC_0097Contratempos

Captura de Tela 2012-10-12 às 12.42.29Tempo de ser criança

Read Full Post »

Fiel à crença de que a gente pode escolher quase tudo em nossas vidas, até como viver as infelicidades, compartilho aqui um livrinho cheio de ideias básicas para ser feliz. Inclusive, o livro se chama Seja Feliz.

Faz assim, escolhe meia dúzia de decisões e aplica na próxima semana. Depois, mais meia dúzia. E assim por diante. Só pode dar certo.

Seja Feliz, de Monica Sheehan.
* clicando nas frases que estão grifadas, você vai chegar em posts que, de algum jeito, abordam o assunto em questão.

Apareça.
Siga seu coração.
Não perca a inspiração.
Pare de se fazer de vítima.
Faça coisas em que você seja bom.
Ame o seu trabalho.
Busque uma nova perspectiva.
Não perca a capacidade de se encantar.
Não se isole.
Descubra pessoas que você ame.
Estabeleça metas.
Termine o que começou.
Ajude os outros.
Desligue-se das notícias por um dia.
Dance.
Mime a si mesmo.
Enfrente seus medos.
Vá a um museu.
Qualquer decisão é melhor do que nenhuma.
Exercite-se.
Não veja televisão demais.
Ouça música.
Fique em contato com a natureza.
Não carregue o mundo nas costas. Deixe sua moral guiá-lo.
Tenha uma boa noite de sono.
Leia livros.
Compre flores para si mesmo.
Dê um jeito de manter contato com os amigos.
Tenha uma agenda de compromissos realista.
Não se compare aos outros.
Viva o momento.
Não seja muito duro consigo mesmo.
Aceite que a vida tem altos e baixos.
Toda noite reflita sobre as coisas boas do seu dia.
Esteja aberto a novas ideias.
Acredite em você.
Seja gentil.
Deixe que as pessoas saibam quanto são especiais.
Seja honesto consigo mesmo.
Não alimente pensamentos negativos.
Arranje tempo para se divertir.
Concentre-se em criar aquilo que deseja.
Lembre-se de agradecer às pessoas que o ensinam, apoiam, encorajam ou que lhe servem uma xícara de café.
Não esqueça: dinheiro não traz felicidade.
Doe tudo aquilo de que você não precisa.
Valorize quem você é agora.
Faça parte de um grupo.
Compartilhe um interesse.
Mantenha acesa a chama da paixão.
Faça uma lista de agradecimentos.
Ame a Mãe Terra.
Faça seu melhor.
Não perca a esperança. (Você nunca sabe o que o amanhã vai trazer).
Continue aprendendo.
Deseje o que você já tem.
Acredite em algo maior que você.
Mantenha-se ligado aos amigos e à família.
Seja você mesmo.

Você também pode gostar de…

Captura de Tela 2012-06-10 às 19.59.54Eu, não.

IMG_6402

Idades. Modelos.

Captura de Tela 2012-09-18 às 08.14.14Prismas

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »