Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pedras’

Tempo livre e matéria-prima: madeira e pedras para pintar, facilmente encontradas nas ilhas gregas. Os resultados estão aqui.

A madeira, na verdade, levei do Brasil para Leros. Precisávamos de mais uma bandeja para o café da manhã e de um porta-guardanapos à prova de vento. E a bandeja é dupla-face: a parte de trás combina com o porta-guardanapos, chiquérrimo. E usando os famosos carimbos.

DSC03381

DSC02681

DSC03380

Bancos, sempre bancos. Um baixinho, velho conhecido, para alcançar as coisas mais altas. O outro foi desmontado na mala e montado por meu cunhado Fabrizio, cheio de dons.

DSC02966

DSC02961

Casinha de passarinho com buganvílias. Espero que esteja habitada no próximo verão.

DSC03315

Produzidas lá, plaquinhas para as portas dos quartos, com nomes de nossas praias preferidas em Leros. Eu durmo em Blefouti.

DSC03356

PicMonkey Collage8

E as pedras? No próximo post.

Você também pode gostar de…

DSCN3225aPedras pintadas em Santa Catarina

DSC01152Madeira na Grécia

DSC02044Um banco de golfinhos

Anúncios

Read Full Post »

Natal virou consumo, gastos obrigatórios, orçamentos apertados. E uma mesmice na hora de presentear: uma roupinha, um creme ou perfume, o livro da moda. Que tal inovar? Criar presentes? Aqui já falamos de tudo. De alguma ideia você há de gostar, algum talento você há de ter.

Mesmo que não seja exímio(a) cozinheiro(a), prepare Mango Chutney. É muito fácil, basta seguir a receita, ter todos os ingredientes, jogar tudo numa panela e depois de uma hora você tem vários potinhos lindos para dar de presente. Mango Chutney acompanha carnes ou batatas assadas, um creme agridoce cheio de especiarias.

Que tal bolachinhas de gengibre? Essas exigem um pouco mais de habilidade culinária, mas é lindo ver aquelas fornadas cheirosas saindo cheias de biscoitos dourados. Encha um pote, uma cestinha, envolva em celofane e pronto.

Presenteie suas receitas preferidas. Fiz isso no ano passado. Comprei um caderninho lindo e nele escrevi muitas das minhas receitas de doces e comidas do cotidiano. Dei de presente para minha irmã que estava indo morar no Peru (devidamente fotocopiado para o resto da família).

Personalize. Sem os gastos e empenho de tempo do scrapbooking, simplesmente reúna fotos do presenteado e faça um álbum. Complemente com comentários e passe a mensagem que quer: de amor, de amizade, de saudade.

Sabe desenhar? Para uma criança pequena, faça um contador de histórias. Se desenho não for a sua praia, faça assim mesmo, com fotos, recortes de revista, ilustrações que você procura na internet. E veja como usar aqui.

SONY DSC

Escreva. Faça um verso, descreva um sentimento, enalteça qualidades. Escritos ficam. Quer surpreender ainda mais? Ponha num envelope e mande pelo correio.

Se tudo parecer estar perdido, pinte pedras. Fáceis de encontrar e de realizar.

   Daqui

Daqui

Por fim, olhe em volta. E doe. Um livro, um brinquedo, uma roupa, um abraço, seu tempo. Alguém está precisando desse seu presente, tenho certeza.

Uma última ideia, não feita por você, mas que pode ajudar o Hospital Pequeno Príncipe: a Agenda 12×12, de Ana Camargo Design, onde doze mulheres compartilham suas experiências, vivências e valores. Cada mês propõe um novo jeito de escrever com linhas diferentes e traz um ícone do gênero feminino da história brasileira para nos inspirar.

02-2

Você também pode gostar de….

Natal feito em casa

Natal lembra vermelho

Você tá feliz?

Read Full Post »

Leros, essa ilha grega, tem uma característica que no começo me incomodou: praias com pedras, ao invés de areia. Não dá para fazer buraco e nem castelo; precisa entrar na água com chinelo no pé, porque sem, dói; caminhadas na beira-mar, nem pensar, só se quiser alguns tornozelos torcidos. Mas a gente acaba achando é ótimo: entra e sai da água sem farofar o pé, que sai limpinho e charmoso nas havaianas (me permita abrir um parêntese aqui – ver uma loja vendendo Havaianas nessa ilhazinha grega, esquecida no meio do Dodecaneso, é uma prova máxima da globalização…); a gente senta, levanta, deixa a sacola de praia no chão e… chega em casa sem um grão de areia em nenhum pedacinho do corpo. Tem seu glamour, concorda?

Portanto, em Leros tem pedras. Muitas. E dá vontade de inventar de tudo com elas. Pintamos pedras personalizadas para segurar os guardanapos nos momentos em que o já mencionado furioso vento acontece. Aí aconteceu de eu encontrar entre os livros doados para a Freguesia do Livro, um que fez uma viagem enorme: foi parar na Grécia, cheio de ideias para pintar mais pedrinhas.

E para a próxima vez, fica essa ideia, do Inspire:

 Você também pode gostar de …

DSC03306

É pau, é pedra

DSCN3202

Pedras pintadas em Santa Catarina

DSCN2205
Fofuras de feltro

Read Full Post »