Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Mulher’

Screen-shot-2013-02-17-at-3.16.26-PM

Faço exercício físico no clube. Já passei pela hidroginástica, escapo o quanto posso da musculação, me acabo na esteira, danço jazz e me estico no pilates. Em todas as modalidades, roupinhas adequadas que prezam o conforto mais do que a estética. Cara lavada e geralmente vermelha e suada. Cabelo mais arrepiado que preso em coques e rabos de cavalo. Mas quem está ligando? Fora algumas companheiras da área poliesportiva que prezam o visual até nesses momentos, as mulheres todas estão ali para suar a camisa mesmo.

No mesmo clube, no entanto, acontecem as atividades sociais: encontros culturais, festas e almoços nos restaurantes. É nesses momentos que me delicio em observar a capacidade de transformação das mulheres. Os homens, cá entre nós, não chegam a impressionar se estão com a camiseta da nike ou a roupa com que trabalham. Vestir uma camisa não chega a ser ato transformista. Mas as mulheres… uau! Quanta diferença. Temos a possibilidade de virarmos outra pessoa.

O corretivo, a maquiagem, escovas e chapinhas, a roupa, um salto, um lenço no pescoço, jóias, cores, pó de pirlimpimpim. Parece mesmo mágica, a gente tem a capacidade de virar outra coisa.  De lagarta a borboleta, um dom que deve ser exercido com sabedoria. Estar sempre linda e espigada tira essa graça. É bom viver o comum para poder valorizar o especial.

a8da9dd3a42d6c32ed94919824be4314

Transformações, em geral, me fascinam. Sonho em encontrar uma casa muito velha, muito estragada, e reformá-la, nos moldes do Sob o Sol da Toscana. Me atraem as Cinderelas, as meninas pobres que viram grandes  profissionais, as cozinhas caóticas pós-culinária que ficam brilhando, a sensação do banho depois de um dia muito quente. O cabelo que cresce, a dor que passa, a vontade que volta, o cansaço que vai embora. O trigo e a água que viram pão, o pinhão que vira pinheiro, o ignorante que se torna sábio, a noite que vira manhã que vira noite. Me agrada apreciar essas mutações que, de tanto que acontecem, parecem banais. Não são.

27cc8f5790db24ba7e7f9d09a92d264a

Imagem inicial: Audrey Hepburn em Cinderela em Paris. Recomendo. Uma linda transformação.

Borboletas: Pinterest

Você também vai gostar de…

DSC_9538Jabuticabas

Captura de Tela 2013-03-03 às 10.27.54Surpreendo-me

DSCN1254Como nem sempre tudo dá certo

Read Full Post »

A gente devia poder escolher entre ser mãe, dona de casa ou profissional. Entre cozinhar todos os dias, ou só hoje, se quiser. Entre ser frágil e delicada, uma flor de pessoa, ou dura na queda, uma fortaleza inquebrável. Inteira, metade, culta ou boba, sábia ou aprendiz. Uma fofa, uma fera, um colo, uma garra, uma santa, um pecado só. Egoísta ou dedicada, feliz ou deprimida, atenta ou distraída, calma ou ensandecida. Elegante ou despojada, disposta ou encorujada. Ser infantil, ser madura, ser um polvo, um gato, uma mulher.

Falei mulher? Esqueça. Mulher é tudo que puder.

e5417d8dc3e40a7d6216dba790d72df1

Você também pode gostar de…

Dou conta?

27cc8f5790db24ba7e7f9d09a92d264a

A graça de ser mutável

Porque nem sempre dá certo

Read Full Post »