Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Inverno’ Category

Falamos de pompons no último post. Pompom lembra gorro, que lembra frio, que lembra Curitiba, a capital mais fria do Brasil. Morar em Curitiba, para quem, como eu, adora um friozinho, é muito bom. Tirando aspectos negativos como a ausência de calefação, extremidades geladas o tempo inteiro e as temperaturas que fazem o curitibano fazer jus à fama de caseiro, inverno é excelente desculpa para chamar amigos em casa, ver filmes, tomar um vinho, usar pantufas e luvas.

E esse ano promete: nos primeiros dias de inverno, despencamos para temperaturas abaixo de zero nas madrugadas e inícios das manhãs. Por sorte tenho amigas corajosas e madrugadoras, que fotografaram os efeitos do frio que aqui compartilho (fico pensando nas pessoas que leem o blog e estão lá na Bahia e outras lonjuras, de chinelo e regata, pensando: “coitadinhos…”).

Parque São Lourenço. Por Bianca Muzzillo.

Parque Barigui. Por Fátima Camargo.

Parque Barigui. Fátima Camargo.

Marina deu a ideia de um bolo divertido e perfeito para dias frios no blog dele, o Monkey Bread. E essa bebida tem tudo a ver com frio. Aqui chamamos de Quentão, no resto do Brasil de Vinho Quente e na Itália não chamam de nada, porque acham essa história de esquentar vinho muito esquisita… Como já dizia Paulo Leminski, “Rio de Janeiro é o mar. Curitiba é o bar e onde beber é legítima defesa”. Se for quentão, então… (Contribuição da Jessica).

Quentão

1 garrafa (750 ml) de vinho tinto seco (as receitas, em geral, falam em vinho tinto suave, mas, com açúcar, é melhor vinho seco de boa marca)
½ xícara de açúcar
1/2 garrafa de água
1 xícara de cachaça
1 pedaço de canela em pau
3 cravos
1 pedaço de gengibre
Ponha o vinho na panela, deixe ferver, acrescente água, açúcar e demais ingredientes.

Você vai ver mais Curitiba em…

DSCN2561

Poty por aí

Cor de pinhão

De longe, Curitiba

Read Full Post »