Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Encadernação’ Category

Como sou fã da ideia do Compro de quem faz, compartilho o conceito: podemos presentear objetos menos industrializados, valorizando produtos praticamente exclusivos. Conheça artesãos e ateliers que já andaram por aqui e encontre algo bonito e personalizado para um presente diferente.

Bárbara faz bichosbolsasdeáguaquente. E muitas outras coisas de tecido.

1013479_493780084031792_248259089_n
As coisas de pano de Barbara

A Bárbara também teve essa ideia linda: juntar livros e bonecos. Nesse caso, o meu A Coceira de Bartolomeu (que também é uma boa ideia de presente!) acompanhado de um boneco para contar a história ou, simplesmente, abraçar e sonhar.

E você pode escolher o personagem de história que seu filho ama para virar boneco!

Da mesma família e com talentos manuais também (faz ilustrações lindas!), a Águeda Horn pinta essas colheres de pau personalizadas. A da minha cozinha ficou um charme.

Gogó continua fazendo dobraduras sensacionais.

DSCN3578    Mais origamis de Gogó

Os pratos rendados da Rosana Erci. Você pode marcar um prato para sempre com uma toalhinha de renda. Aqui também.

DSCN3551

Contar uma história através de um recorte, único e sensacional, da Malu Scheleder. Aqui.

DSCN2118

A delicada arte do recorte

Lenços artesanais, de seda, lindos. As cores… veja aqui. Da Liane Mestrinho.

A cor da seda

Verônica faz esses desenhos lindos em livros antigos. Combina muito com a Freguesia do Livro, por isso, adoro.

Colares e cerâmicas da Ocléris. Sucesso na certa. Conheça seu quintal e sua arte aqui.

Quintal e cerâmicas

Emerson está cheio de bons presentes: cadernos, caixas, tudo feito com papel. Conheça a cartonagem do Emerson aqui.

Emerson e cartonagem

Por ser totalmente apaixonada por caleidoscópios, teimo em pensar que todos adorariam ganhar um. Heidi faz caleidoscópios lindos. Sugestão aqui.

Um caleidoscópio para chamar de seu

Um desejo de boa sorte, tem presente melhor? Caixinhas com bulbos de trevos de 4 folhas. Veja aqui.

Raquel faz coisas lindas em cerâmica corda-seca. Quem sempre está visitando o ArteAmiga a encontra bastante por aqui. Porque ela é  craque e porque mora no meu coração. Veja algumas coisas da Raquel aqui e aqui.

DSC04707

Que bolo, que prato!

Se você prefere telas, conheça o trabalho do Renê Tomczak. Aquarelas e pinturas a óleo, veja aqui.

As telas de Renê

Pratos e canecas personalizados feitos pela Emília Wanda: emiliawanda@yahoo.com.br e aqui

col

Emília Wanda

Rebeca faz jóias lindas com recorte a laser. E deve estar cheia de novidades, pois vive criando.

DSCN2879
As joias contemporâneas de Rebeca

Hélio Leites está na Feira de Artesanato do Largo da Ordem-Curitiba, todos os domingos. Ainda dá tempo de ir escolher alguma de suas peças na sua banca. Veja alguns exemplos aqui.

Artemista, atelier da Suzana Cavalheiro cheio de boas ideias de presentes.

Madeira, porcelana, faiança, sachês. Vale a pena visitar.

Uma curitibana por adoção, que ensina a escrever e escreve que é uma beleza, se descobriu pintora nos encontros com os Croquis Urbanos. Adora sombrinhas e, criativa, decora-as ao gosto do cliente. Doralice Araújo: aqui

10841770_406947969469426_4413203517245501172_o

Bancos e banquetas. Para crianças, para enfeitar a casa.  Aqui e aqui.

Bancos e mais bancos

Camisetas. Aqui e aqui.

DSCN3387

E uma caixinha cheia de trufas da Siomara? Veja aqui como são apetitosas e encomende aqui.

E que tal presentear a possibilidade de desenhar, sabendo ou não? Esse caderno da Flávia Sherner proporciona isso. Aqui.

Uma mensagem ecológica: sacolas retornáveis. Presente que tem uma sugestão de carona: use menos plástico!

Necessaires, bolsas, almofadas…. A Chris cria de tudo. Encomende, chega rapidinho. Aqui.

Você também pode gostar de…

DSCN1168Gravando! Doce em vídeo

Captura de Tela 2013-03-03 às 10.24.34

Surpreendo-me

DSC03307Pedras pintadas

Anúncios

Read Full Post »

Tem um texto passeando pela internet que diz, resumindo, que nesse Natal a gente compre os presentes de pequenas empresas e autônomos. Da vizinha que vende por catálogo, de artesãos que fazem boa arte, da amiga que tem uma loja no bairro, do confeiteiro que faz doces artesanais, do rapaz que tem uma banca no mercado… Façamos o dinheiro chegar às pessoas comuns e não às grandes multinacionais.

Seguindo esse raciocínio, resolvi dar algumas ideias sobre coisas que Curitiba oferece no que se refere a artesanato. Ainda dá tempo de conhecer e encomendar algo bonito e personalizado para um presente diferente nesse Natal.

Lenços artesanais, de seda, lindos. As cores… veja aqui. Da Liane Mestrinho.

Colares e cerâmicas da Ocléris. Sucesso na certa. Conheça seu quintal e sua arte aqui.

Emerson está cheio de bons presentes: cadernos, caixas, tudo feito com papel. Conheça a cartonagem do Emerson aqui.

Por ser totalmente apaixonada por caleidoscópios. teimo em pensar que todos adorariam ganhar um. Heidi faz caleidoscópios lindos. Sugestão aqui.

Um desejo de boa sorte, tem presente melhor? Caixinhas com bulbos de trevos de 4 folhas. Veja aqui.

Magda faz peças de cerâmica decorativas e funcionais. Direto para o forno, com beleza. Veja aqui.

Minha filha Marina deixou de ser amadora e virou doceira. Panettones, brownies, bons presentes de Natal. Aqui.

Você também vai gostar de…

Profiteroles

Ter tanto

Ekozinha

Read Full Post »

Esse é o pontapé inicial de uma nova estrada que a Freguesia do Livro está tomando. Para começar, esperamos chegar em tempo às gavetas de seus filhos, antes que os cadernos meio-usados sejam descartados para a entrada dos novos desse ano letivo.

Nossa ideia de colocar livros em movimento se alarga e atinge os cadernos que também podem fazer parte dessa ciranda. A ação é da Ana Camargo, que embarcou com a gente nesse projeto. Cheia de alternativas para potencializar capacidades, Ana reuniu as folhas não usadas dos muitos cadernos do filho e levou a uma papelaria. Lá, pediu que cortassem as páginas no mesmo tamanho em uma guilhotina e as reencadernassem, com capas novas e charmosas. Surgiram cadernos, blocos, cadernetas. Tinindo de novos.

Por isso, pedimos (além dos livros – nos aguardem, já, já, você terá como entrar nessa circulação literária) cadernos semi-usados. Se ainda houver algum em sua casa, nos avise, nos envie, nos mande sinais de fumaça. Seu caderno velho muito nos interessa.

A primeira imagem desse post vem de um presente do blog Livros e Afins, que vou mostrar em seguida. Parece chamada de novela, mas… não percam!

Você também pode gostar de…

Para que tudo isso?

Vida nova ao livro ao livro velho

Reutilizando +

Read Full Post »

Emerson faz um trabalho que vai além da encadernação. Muito além. Usando a técnica da cartonagem, produz com esmero caixas, pastas, porta-incensos, álbuns, blocos e até… cadernos. A profissão foi se instalando aos poucos na vida de Emerson, que teve tempo para ver que a carreira de escriturário em um banco não ia dar em nada. Resolveu (nos tempos pré-internet) digitar trabalhos para universitários. Como alguns pediam o trabalho encadernado, foi aprender em um curso no Centro de Criatividade do São Lourenço. Tomou gosto, começou a inventar outras formas de aplicar o papel e foi montando um atelier. Digo “foi montando” porque, como você vai ver nas imagens, ninguém constrói um espaço com tantos detalhes de uma hora para a outra. Conseguiu então uma banca na Feira do Largo da Ordem, uma grande vitrine a céu aberto. Foi ali que Emília Wanda, nossa passarinheira, o descobriu e o levou para o Atelier Aberto, do qual faz parte desde então.

Porta-papeis. Ótimo para bilhetes.

Caderninhos. Muitos.

Porta-incensos. Lindos.

Caixa de chá.

Conjunto. A escolha de papeis é primorosa.

Pastas para folhas A3. Desenhistas de plantão…

Para escritórios bonitos e organizados.

Caixas.

O atelier de Emerson passeou por vários endereços e agora parece ter finalmente encontrado sua morada numa casa para lá de charmosa, um imóvel tombado que faz parte da história de Curitiba e de sua arquitetura. Considerada uma das primeiras casas modernistas do Paraná, do arquiteto Frederico Kirchgässner, a própria casa já vale a visita. Janelas de canto, piso da época (1936), sacadas ousadas, a casa teve a sorte de encontrar em seus atuais moradores, pessoas que sabem valorizar e preservar elementos especiais. Para conhecer mais sobre a casa, veja as fotos no Circulando por Curitiba.

Uma casa modernista, com certeza.

Charmes de um atelier:

De tudo. Quem conhece Curitiba, reconhece obras de vários artistas locais.

Garimpo. E gravura da Denise Roman.

Mesa super bacana. No vaso, restinhos de papel. E olha o Emerson ali.

E.V.A. enroladinho embaixo de um vidro, na mesa. Muito lindo.

Lambrequins. A cara de Curitiba dentro do atelier. E quadrinho da Emília.

Um antigo porta-livros.

Eu conheci Emerson porque sou fã de álbuns e muito antes dos scrapbooks já reunia fotos para celebrar momentos. E ele confeccionava meus álbuns. Faz tempo… Mas isso é assunto para um outro post.

Para avós levarem na bolsa as fotos de resumo da família. Sucesso total.

Contato: emersonkoslowski@pop.com.br

Você também pode gostar de…

DSC_0646

Cartão de visita caseiro

Captura de Tela 2011-10-31 às 23.55.49

Vida nova ao livro velho

Cerâmica e quintal

Read Full Post »