Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Culinária’ Category

PicMonkey Collagerom

Visitamos a Itália em dezembro e, como uma das minhas propostas é falar desse lugar que faz parte fundamental da família, aqui as novidades.

Trastevere é um bairro que precisa ser visitado. A pé, vendo cada coisa que cada canto esconde. Fomos apresentados por minha cunhada a um restaurante super tradicional e delicioso, daqueles em que a gente encontra a verdadeira comida romana. Provamos as flores de abobrinhas fritas, a pizza e um cacio e pepe, macarrão que eu tento imitar e não consigo. É o Miraggio, onde a cozinheira faz parte da história do lugar e continua ensinando sua cozinha às gerações seguintes. Aqui, com a neta.

IMG_4505

IMG_4526

IMG_4510

Como a Piazza Spagna é destino obrigatório para quem visita Roma, indico dar uma esticadinha para comer uma massa no Pastificcio, um tiramissú na Pompi e ir na Vertecchi, uma papelaria sensacional ali pertinho. Se gosta de papeis, canetas, tintas, lápis de cor e  coisas do gênero, recomendo.

IMG_4513

Ainda perto da Piazza di Spagna, e ainda sobre comida, finalmente fui conhecer o 34, restaurante que já tinha indicado, mas só meu marido conhecia. Atendida por um garçom que oscilou da maior simpatia à mais profunda indelicadeza, comi o melhor fetuccini ai funghi de todos os tempos. Com o detalhe de que os mega-funghi estavam expostos na entrada do restaurante e foram escolhidos na hora por mim mesma.

IMG_4568

IMG_4574

IMG_4569

Mais para os lados de Campo de’Fiori, essa confeitaria: i dolci di Nonna Vincenza. Os doces são sicilianos e ali você encontra uma amostra perfeita dos famosos Canolli, eternizados numa fala de O Poderoso Chefão: “Leave the gun, take the canolli”. Doces italianos costumam ser inesquecíveis…

IMG_4502 IMG_4500 Saindo do centro, o que exige carro para chegar, tem o Eataly, do qual falei aqui e que é sempre um programa sensacional. Muita comida italiana de todas as regiões, concentradas num lugar só.

IMG_4499

IMG_4493

E para quem for no começo do inverno, lá por novembro, aproveite para saborear os mandarini, umas pequenas tangerinas deliciosas e, alegria das alegrias, sem caroço. Perdi a conta de quantas comi…

IMG_4670

Tudo isso acompanhado a qualquer hora por muito cappuccino, corneto e pizza al taglio. Irresistíveis. IMG_4663

IMG_4702

Se você esperava dicas turísticas, já percebeu que a pegada aqui é alimentar… Na Itália, quem resiste? A boa notícia é que, indo aos lugares onde vai comer bem, é muito provável que vá topar com Vaticanos, Coliseus, Fontanas di Trevi, Piazzas Navonas… Turismo gastronômico é isso, o ponto turístico vem de brinde.

Para finalizar, marido e filha, italianos como eles só, ensinam a fazer Cannoli siciliano. E se divertem muito no processo:

Dicas gerais sobre Roma, dadas pelo italiano acima, você encontra aqui.

image

Você também vai gostar de…

DSC01152

Madeira na Grécia

DSC00561

No coração de Roma

Captura de Tela 2011-10-31 às 18.55.49

Fazer o que gosta – todos os dias

 

 

Read Full Post »

DSC04707

Um novo prato da Raquel chegou na minha casa. Encomendado para enfeitar a casa da praia, ficou tão lindo que não consegui ficar longe dele e vê-lo apenas nos poucos dias de férias de verão.

Não foi para praia nenhuma. E estreou com um bolo que fiz com a Marina para o vídeo de Dia das Mães da Tastemade Brasil.

O bolo ficou uma delícia: fiz com minha filha uma receita da minha mãe. E assim comemoramos maternidades.

DSC04709

DSC04704

Aqui, o vídeo com o jeito de fazer, nós três e os micos.

Bolo de chocolate com chantilly e suspiro

Ingredientes

1 xícara (200 gr) manteiga
1 1/2 xícaras açúcar
4 gemas
1 1/2 xícaras farinha de trigo
5 colheres de chocolate em pó
1 pitada de sal
2 colheres de chá de fermento
4 claras em neve
Recheio:
Geleia de morango (ou outro sabor de sua preferência)
2 colheres de sopa de conhaque
250 gr creme de mesa (nata)
3 colheres de sopa de açúcar
gotas de suco de limão
pitada de açúcar de baunilha
Modo de fazer: bata bem a manteiga, adicione o açúcar e bata mais. Adicione as gemas uma a uma, continuando a bater. Misture os secos (farinha, sal e fermento) com a batedeira em velocidade baixa. Asse em forma de 20 cm de diâmetro, em forno médio por uns 30 minutos ou até que o palito saia limpo.

Deixe amornar e corte o bolo desenformado no meio, fazendo duas partes. Passe uma mistura de geléia de morango (ou de outro sabor de sua preferência) com um pouco de conhaque (também opcional) em ambas as partes do bolo. Bata um chantilly (creme de mesa, gotas de limão, açúcar de baunilha e açúcar) e misture com suspiros quebrados. Recheie o bolo com esse creme. Cubra com a segunda parte do bolo e polvilhe açúcar de confeiteiro por cima.

*Nessa hora você pode aproveitar e enfeitar o bolo, como fiz com a flor. Podem ser corações, uma letra, qualquer coisa. Inventei nessa crostata que fiz um dia desses e cuja receita você encontra aqui.

IMG_6860

E a Raquel, que também fez o prato acima, você encontra aqui.

Você também vai gostar de…

Colagem do PicniMuito vermelho

DSCN0589Prato e bolo de amêndoas 

DSC02480Bolo bom em prato da Lia

Read Full Post »

Captura de Tela 2015-03-24 às 21.21.30

A gente vê muito por aí filhas aproveitando receitas de suas mães, avós e outros parentes próximos ou longínquos. Receitas de família, que se tornam tradicionais e se eternizam nas mesas de muitos almoços, jantares e cafés com bolos.

Aqui em casa isso também acontece: minha mãe é e minhas avós foram, cozinheiras formidáveis. Do doce ao salgado, só delícias, cada uma com suas especialidades. Mas também pode acontecer o contrário: aprender com a geração que vem depois da gente, os filhos.

bolos

Eu, então, sou bem sortuda, aprendo com antecedentes e a descendente: Marina, minha filha, tem um canal no YouTube, o Confissões de uma Doceira Amadora, onde aparecem, duas vezes por semana, receitas de doces divinos. Os vídeos são muito simpáticos, envolvem comida boa, doces modernos e tradicionais, além de amigos e parentes fazendo graça (inclusive eu). Recomendo.

Aqui um video que explica a nossa Nega Maluca.

Como diz Marina: “Vai lá, dá um like e assina o canal”!

Você também vai gostar de…

Captura de Tela 2012-03-12 às 22.48.34

Profiteroli e outros doces italianos

Captura de Tela 2011-10-25 às 22.37.42

Dou conta?

DSCN1164.JPG

Gelado de nozes e vídeo

Read Full Post »

Que tal criar presentes? Mão na massa e dar de presente algo que você mesmo fez? Aqui no ArteAmiga já falamos de tudo – alguma ideia você há de gostar de fazer, algum talento você há de ter.

Faça um quadro-negro. Fácil, moderninho e, de quebra, útil: dá para fazer lembretes e deixar muitos recadinhos.

DSC_0643Aqui

Mesmo que não seja exímio(a) cozinheiro(a), prepare Mango Chutney. É muito fácil, basta seguir a receita, ter todos os ingredientes, jogar tudo numa panela e depois de uma hora você tem vários potinhos lindos para dar de presente. Mango Chutney é um creme agridoce cheio de especiarias e um aroma delicioso que acompanha carnes ou batatas assadas,

Aqui

Que tal bolachinhas de gengibre? Essas exigem um pouco mais de habilidade culinária, mas é lindo ver aquelas fornadas cheirosas saindo cheias de biscoitos dourados. Encha um pote, uma cestinha, envolva em celofane e pronto.

Aqui

Presenteie suas receitas preferidas. Já fiz isso. Comprei um caderninho lindo e nele escrevi muitas das minhas receitas de doces e comidas do cotidiano. Dei de presente para minha irmã que estava indo morar no Peru (devidamente fotocopiado para o resto da família).

Aqui

Faça cartões de visita para alguém que quer divulgar o seu trabalho. Super fácil e fica muito bonitinho.

DSC_0640

Aqui

Asse um bolo. Siga uma receitinha e pronto. Vai agradar.

bolos

Aqui

Personalize. Sem os gastos e empenho de tempo do scrapbooking, simplesmente reúna fotos do presenteado e faça um álbum. Complemente com comentários e passe a mensagem que quer: de amor, de amizade, de saudade.

Aqui

Sabe desenhar? Para uma criança pequena, faça um contador de histórias. Se desenho não for a sua praia, faça assim mesmo, com fotos, recortes de revista, ilustrações que você procura na internet. E veja como usar aqui.

DSCN3624Aqui

No último verão me aventurei nos tingimentos: dá pra criar muita coisa em camisetas, toalhas de mesa, cortinas. Um tapa no visual e um presente exclusivo com o tie dye.

DSCN3068BAqui

Um doce fácil, rápido e delicioso, a Palha Italiana. Faça, corte em pedaços, envolva em açúcar e coloque num pote de vidro. Amarre uma fita dourada e parta para o abraço. A receita está explicadinha aqui (e feita pela minha filha Marina):

A árvore genealógica da sua família. Vale desenhar ou copiar de algum programa da internet que faça isso. Reúna informações e fotografias e resuma a história da sua família.

DSCN2396Aqui

 Escreva. Faça um verso, descreva um sentimento, enalteça qualidades. Escritos ficam. Quer surpreender ainda mais? Ponha num envelope e mande pelo correio.

                                                                    

Aqui

Se tudo parecer estar perdido, pinte pedras. Fáceis de encontrar e de realizar.

DSCN3221Daqui

DSC03370Aqui

Por fim, olhe em volta. E doe. Um livro, um brinquedo, uma roupa, um abraço, seu tempo. Alguém está precisando desse seu presente, tenho certeza.

Você também pode gostar de….

DSCN3594Abanque-se

DSC_0201Bandejas e cashemiras

Natal lembra vermelho

 

Read Full Post »

 Zucchina em italiano quer dizer abobrinha. E foi uma abobrinha gigante o que Monica, prima e vizinha da casa ao lado em Leros/ Grécia pensou que tinha ganhado.

DSC02770

Os dias foram passando e ela foi ficando nervosa, pensando que, uma vez aberta aquela coisa de proporções industriais, sua família teria que comer, e rápido, abobrinha até não mais poder.  Aí veio a ideia: juntar todas as mulheres das duas casas (ela, minha sogra, cunhada, uma amiga e eu) e fazermos o Dia da Abobrinha, em que cada uma faria uma receita diferente com a dita.

Tudo combinado, chegou o dia de abrir o legume e dar início aos trabalhos. E qual não foi nossa surpresa ao descobrir que a abobrinha era uma abóbora-abobrinha, cara de uma, gosto da outra. Tudo bem, adaptamos as receitas à nova matéria-prima e… mãos à obra.

DSC02779

DSC02785

Fizemos abóborinha (sim, eu a rebatizei) grelhada com óleo e alho, bolinhos de aboborinha, penne à aboborinha, souflèe de aboborinha e bolo doce de aboborinha. E não ficamos enjoados de aboborinha, juro.

A família toda devidamente enfeitada com crachás desenhados pela Monica, mãe da ideia original.  Foi muito divertido e deixo as receitas aqui. Como nossa aboborinha era uma espécie de híbrido da natureza, com certeza dá para fazer tudo com uma ou com a outra (abóbora ou abobrinha).

E o jantar temático começou com esse por-do-sol ao fundo…

DSC02796

DSC02859

Bom apetite!

DSC02808

Abobrinha grelhada – Zucchine grigliate (Despina)

Cortar a abobrinha em fatias finas no comprimento e grelhar. Depois de morno, temperar com óleo, alho em fatias finas, sal, pimente, menta (opcional)  e um toque de vinagre balsâmico.

DSC02806

Penne com abobrinhas – Pasta con le zucchine (Grazia e Laura)

Penne
Cebola
Speck ou bacon cortado em quadradinhos
Abobrinhas raladas no ralo grosso
Maizena
Leite
Kefalotiri (queijo usado na Grécia. Vamos adaptar usando ricota leve)
Parmesão ralado

Fritar o bacon com pouco óleo, adicionar a cebola picada e deixar dourar. Colocar a abobrinha ralada e cozinhar até que seque um pouco.
À parte, misturar o leite frio e a maizena, adicionando os dois queijos.
Cozinhar a massa em água fervente e sal, até ficar al dente. Escorrer e jogá-la diretamente na panela onde está o molho de abobrinha, escorrendo mais ou menos a massa de acordo com a densidade do molho. Adicionar o composto de leite e queijos, misturar e tirar do fogo quando tudo estiver bem amalgamado mas ainda líquido.
Servir imediatamente.

Soufflé de abobrinha – Soufflé di zucchine  (Jô)

3 colheres de sopa de manteiga
3 colheres de sopa da farinha de trigo
¼ lt de leite
3 ovos (claras em neve)
1 abobrinha ralada
Um pouco de qualquer queijo que esteja dando sopa na geladeira
Sal a gosto

Com a manteiga, farinha e elite prepar um bechamel bem denso. Deixar amornar, temperar com o sal, adicionar uma gema de cada vez e misturar bem. Adicionar a abobrinha (ou o que tiver vontade: pode virar soufflé de milho, de espinafre, de chuchu com cenoura, de queijo e presunto…) e misturar novamente. Adicionar as claras batidas em neve e agregá-las suavemente. Forno alto por uns 45 minutos. Servir imediatamente.

 DSC02807

 Bolinho de abobrinha – Polpette di zucchine  (Grazia)

1 Kg de abobrinha ralada
½ Kg de Kefalotiri (queijo grego – substituir por ricota)
100 gr de queijo pecorino
100 gr de parmesão
Farinha de rosca
1 ovo
Menta greca(diósmos) – opcional, por motivos óbvios
Sal a gosto
Misturar todos os ingredientes, menos a farinha de rosca
Formar os bolinhos e passá-los na farinha de rosca. Forno a 200° e assar até que fiquem dourados( em torno de 30 minutos).

DSC02789

Torta de abobrinhas – Torta di zucchine  (Monica)

300 gr de abobrinha ralada
250 gr de farinha de trigo
100 gr di farinha de amêndoas ou de amendoim
200 gr de açúcar
3 ovos
150 gr de óleo
1 colh. sobremesa de fermento
Baunilha (opcional)
Bater bem os ovos com o açúcar, adicionar as farinhas, o fermento, o óleo e a baunilha. Misturar bem e juntar a abobrinha (ou abóbora) ralada.
Assar em forma untada e enfarinhada a 180° por 50 minutos.

Você também vai gostar de…

DSC00775Farofa grega

DSC_0081Todo pinhão

DSCN3416Projeto Amigas

Read Full Post »

Só fotos, pois não há como descrever a alegria de colher tigelas cheias dessa fruta perfumada todas as manhãs, no jardim de casa, para o café de todos os dias. Não tem como explicar o sabor, a textura, as pequenas sementes estourando na boca. Nem o cheiro do figo secando e caindo das árvores por toda a ilha.

Mas é possível compartilhar imagens, ainda bem.

DSC02577

DSC02571

DSC02573

DSC02575

DSC02614

O figo apareceu em pizzas, salada, geleias… E em um doce gelado de figo.  Desse, coloco a receita aqui, buscado lá no Panelinha (inclusive a foto, pois esqueci de fotografar o meu).

Captura de Tela 2013-08-29 às 19.30.51

Receita do Bolo Gelado de Figo com Creme Inglês (Panelinha – Rita Lobo) está aqui.

E também tem dicas sobre uma pizza com figos feita pelo meu cunhado Fabrizio no blog de Marina, minha filha doceira e viajante.  Aliás, o Confissões de uma Doceira Amadora voltou ao ar!  Vai lá, é lindo.

Captura de Tela 2013-08-29 às 20.08.47

Você também vai gostar de…

DSC01093aMinha gastronomia grega

DSCN2663Ninhos

DSC02346Comidas peruanas

Read Full Post »

Come-se bem no Peru. Definitivamente. Só comemos coisas boas e interessantes. Aqui um resumo do que deve ser provado.

Empanada de carne com açúcar por cima. Estranho. Pingue limão em cima e depois me conte. Delícia total! Na Pasteleria San Antonio.

DSC02129

Milho e batata lá têm mil tipos e nomes. E destinos. A batata camote parece, em cor e sabor, com a abóbora e se revelou deliciosa numa massa recheada e o camote fritinho por cima. Um sabugo de milho é coisa de gigante e o gosto é divino. Mas também tem o milho preto, a chicha, com o qual se faz um suco que parece de groselha (que aparece na foto acima, junto com a empanada).

DSC02236 DSC02133 DSC02238 DSC02132 No Fallen Angel, em Cusco, além da massa com camote citada acima, esse raviolone de cordeiro. Bom demais. DSC02168 DSC02169 Quando saímos do Machu Pichu, almoçamos no restaurante Indio Feliz, em Aguas Calientes. Sensacional. Pratos super interessantes como peito de frango com manga, salada no melão com vinho do porto…  E uma decoração que tem tudo a ver com nossas pinturas em madeira. Recomendo. DSC02346 Captura de Tela 2013-07-03 às 14.29.38 E pisco souer, não podia faltar! DSC02343

Na noite de despedida de Cusco, jantar no Incanto (o nome não é uma graça?). Delicioso: nhoque de abobrinha com molho com toque de gorgonzola.

DSC02398

Você também vai gostar de..

DSC0322aComidinhas de Nova Iorque

DSC00625Minha gastronomia grega

Captura de Tela 2012-04-03 às 20.54.54Tsunami de chocolate

Read Full Post »

Older Posts »