Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Cores’ Category

livros-de-colorir-para-adultos

Tem moda pra tudo. Tudo mesmo. Tem as que a gente topa, as que a gente ignora e as que a gente odeia. Tem a moda da roupa – de longe a mais comum – mas moda invade todo tipo de comportamento: é moda aquele restaurante? Vamos a ele. É moda comer brócoli? Dá-lhe brócoli. Opa, brócoli agora é bandido? Sai de moda.

A moda do momento é colorir. Livros e mais livros estão sendo criados a toque de pressa total e repetição absoluta para que a gente possa brincar de pintar e, se tudo der certo e você tiver alguma habilidade para isso, relaxar.

Mas a Emília Wanda inventou um jeito para personalizar essa moda e dar a ela sentido e significado: desenhos coloríveis feitos sob medida. O meu ficou lindo, conta a minha história.

DSC04714

De tão lindo, foi parar numa camiseta.

FullSizeRender

E aí, para entrar na moda, eu também fiz um desenho para colorir para o lançamento do meu livro (boa essa sensação de dizer “meu livro’… gostei),  A Coceira de Bartolomeu.

IMG_8753 E tenho obtido resultados como esses: da Bibi e da Laura. 11377234_10206382565150564_8602524836319601770_n IMG_8800Você encontra a Emília Wanda aqui no Facebook ou no email emiliawanda@yahoo.com.br

Você também pode gostar de…

DSCN3624Palavras para Isabella

Captura de Tela 2015-06-07 às 18.52.06Um elefante em minha vida

DSCN1691A poesia de Emília Wanda

Read Full Post »

Raquel já passeou aqui pelo ArteAmiga em muitas oportunidades. Mas como aquelas mãos e aquele forno não param de produzir peças lindas, aqui vai mais um capítulo.

Começa com o fato já mencionado aqui de que gosto muito de presentear um potinho que a Raquel faz, que nasceu para conter patês ou amendoins e eu resolvi promove-lo a potinho de joias e bijoux na bancada do banheiro. É dentro dele que descansam todos os aneis e penduricalhos que usei hoje e que posso querer vir a usar amanhã.

Quer fazer uma encomenda para a Raquel? Mande um email para raquelceramica@gmail.com ou na sua página do Facebook.

Mais Raquel aqui:

Raquel e suas cerâmicas

Raquel – as cores

Raquel – Bazar

Descobertas – 2

Em flor. Cerâmica

Read Full Post »

Liane Mestrinho começou a vida profissional como geógrafa. Da geografia, trouxe para a pintura de aquarela em seda os elementos da água, da terra, do universo, que aparecem na fluidez dos traços, do tato e das cores. E que cores!

Uma arte que cria peças diferentes a cada produção, traz em si o exercício da criatividade, da diversidade, do respeito ao orgânico. Detalhista, a artista preza a seda mais pura, as tintas mais eficientes, o acabamento mais primoroso.

Os lenços e echarpes resultam de inspirações desenhadas direto no tecido, combinando cores e criando formas. No bastidor, a seda vai receber combinações de traços e tonalidades que vão fazer dela uma peça única e irrepetível.

Vestidos, camisas de algodão e telas para enfeitar paredes também brotam das tintas e pinceis de Liane.

Liane vende seus lenços e roupas. Para falar com ela, entre em contato através do lianemestrinho@gmail.com. E ela tem um blog: lianemestrinho.blogspot.com.br

Você também pode gostar de…

DSC02917a

Água

As cores, as flores – Grécia

Um caleidoscópio para chamar de seu

Read Full Post »

Ganhei um presente que me encantou de muitos modos, porque é lindo, é útil, é típico daqui e ainda combina com esse blog: consumo consciente e reciclagem, dois temas recorrentes.

Então não resisti e resolvi conversar com a Maria Fernanda, que faz esses lápis de pinhão, e mostrar essa ideia simpática. Motivada pela vontade de ajudar de algum modo, essa professora de Educação Física que atualmente revende produtos da Natura, viu em uma revista de artesanato um jeito de reaproveitar restos de lápis-cera (aqueles que nem a mais econômica das pessoas consegue usar, toquinhos que a gente pensava imprestáveis).

Procurando as forminhas em casa de festas para moldar os novos lápis, Maria Fernanda encontrou os moldes de pinhão. E nasceram os pinholápis ou lapinhões, como queiram. Não ficaram o máximo? E eles têm um formato bom para desenhar.

A produção depende de doações, escolas e famílias que recolhem e encaminham para Maria Fernanda fazer todo o processo de separar as cores, derreter em banho-maria e colocar nas formas. As cores que surgem são as básicas e mais todas as possibilidades que pequenas misturas proporcionam. Quando prontos, são embalados e vendidos para reverter recursos para a Campanha da Vaquinha e para presentear crianças do entorno do Hospital e Leprosário de Piraquara, para pacientes com hanseníase.

                                         Você vai ver mais cores e pinhões em….

Cor de pinhão

DSCN1164.JPG

Nozes carameladas

Verde oliva e roxo uva

Read Full Post »

Renê Tomczak fez o percurso clássico da formação artística em Curitiba, do Museu Alfredo Andersen à Faculdade de Belas Artes. E se descobriu pintor. Hoje vive retratando a realidade que está ao seu redor, do detalhe ao panorama.

Equipado com tintas e farnel, sai em busca de paisagens, que tanto podem estar em linhas férreas da cidade, quanto em lugares ermos onde só passam os incautos e aventureiros. Viaja horas para encontrar a colina, o pinheiro, a onda, o céu que atrai seu olhar. Uma imersão no panorama, horas registrando sob sol ou chuva sua interpretação do lugar, um longo estudo de cores, formas e texturas que devolvem para casa, no fim do dia, um pintor exausto e satisfeito.

Se você é de Curitiba,  já o viu por aí, sentado diante de um cavalete, na beira de uma rua, num canto de um parque, numa esquina de um bairro qualquer. Agora você já sabe: é o Renê.

Você pode encontrar o Renê e suas telas de várias maneiras. Ele dá aulas de pintura em óleo e aquarela. Tem um blog muito legal: www.rstomczak.blogspot.com e uma página no Facebook cheia de dicas de pintores.

Você também vai gostar de…

DSC03660

Desenhar

Paixões

Alcachofra em flor 013

A poesia de Emília Wanda

Read Full Post »

Que em 2012 raios de criatividade nos iluminem e nos movimentem na direção de mais cor, mais beleza e mais sensibilidade. Criatividade não apenas para a arte, mas para as relações, para o ambiente, para o que realmente importa.

Você vai se inspirar em…

DSC_2295

A Turquia é aqui

De onde vem a inspiração?

Klimt

Read Full Post »

Natal em cores

Esse post é para ser rapidinho. Só para mostrar alternativas para o clássico verde-vermelho.

Aqui

Aqui

Aqui

Aqui

Aqui

Você também pode gostar de…

Fadas no banquinho

Para não dizer que não falei das cores

Read Full Post »


Ou vermelho lembra Natal? O certo é que nossa decoração natalina é verde e vermelha, herança dos países que estão vivendo o inverno nessa época e onde o Natal combina bem com as roupas quentíssimas do Papai Noel, com os flocos de neve que enfeitam pinheiros, com as meias penduradas em lareiras, e tudo faz mais sentido.

Nós, dos trópicos, deveríamos valorizar um Natal verde e azul, mas fazer o quê?

Por aqui, a cor vermelha aparece muito nas coisas que fazemos e essa é uma boa hora para uma revisão.

As peças de cerâmica que aparecem aqui são da Raquel.
E por falar em vermelho, nada melhor que uma receita com ameixas… vermelhas. A receita é do Simplesmente Delícia e fiz em prato de cerâmica da Magda, da Ekozinha. Apesar de não pedir na receita, adicionei açúcar mascavo nas ameixas por minha conta. Ficou azedinho, do jeito que eu gosto. Já marido e filho fizeram um pouco de caretas…

Crumble de Ameixas Vermelhas

Ingredientes
1 quilo de ameixas (pesadas com caroço)
¼ copo de amêndoas inteiras*
¾ copo de farinha de trigo
100 gramas de manteiga sem sal, temperatura ambiente
½ copo de açúcar
1pítada de sal
¼ de copo de amêndoas fatiadas (opcional)
* comprei farinha de amêndoas no Mercado Municipal

Modo de preparo

1. Unte um pirex pequeno (26 cm x 18 cm) com manteiga e reserve. Pre-aqueça o forno a 180°C. Lave as ameixas e corte as para retirar os caroços. Descarte os caroços e ponha todas as ameixas partidas no pirex espalhando-as.
2. Processe as amêndoas inteiras até formar uma farinha grossa. Cuidado para não processar demais pois a farinha começa a ficar oleosa. Ponha a farinha de amêndoas numa vasilha com a farinha de trigo, a manteiga, o açúcar e o sal. Amasse com um garfo até não haver mais traças de manteiga mas não deixa formar uma massa compacta. Queremos um farelo grosso.
3. Espalhe a farinha de amêndoas por cima das ameixas sem apertar. Termine com as amêndoas fatiadas. Se você não tiver amêndoas fatiadas pode picar amêndoas inteiras e jogar por cima. Leve ao forno por 45-50 minutos ou até ficar dourado. Se começar a queimar , cubra com papel alumínio e prossiga até a farinha estar dourada. Sirva morno. Com uma bola de sorvete…

Você também pode gostar de…

Prato e amêndoas – 3

DSC_0150a

Centro de madeira rústico

Captura de Tela 2012-12-29 às 19.42.08

Natal e bye!

Read Full Post »

Raquel e eu somos amigas há uns… muitos anos. Somos daquele tipo de amigas que fazem parte das histórias umas das outras, daquelas que você não precisa explicar o antes, porque ela vivenciou o antes com você. Não precisa explicar o agora, porque ela faz parte dele todos os dias. E não precisa explicar o futuro, porque ela simplesmente vai participar dele.

Raquel faz cerâmica de corda-seca, técnica que se origina com os incas e outros povos antigos que, ao decorar suas peças de cerâmica, separavam as cores de seu desenho com um capim gorduroso ou tirinhas de argila, antes de levá-las para a queima (atualmente a separação é feita por traços de grafite). A tinta não é pincelada, mas sim pingada nos espaços desenhados, e nessa fase, as cores são todas esbranquiçadas, o que exige do artista imaginar como a pintura vai ficar, pois o colorido real só se revela quando sai do forno. Um exercício de abstração e paciência. E otimismo, sempre esperando que as peças e as cores se comportem como idealizado …

Antes da queima.

Depois da queima. Diferente, não?

Depois da queima. Dá pra ver quem é quem?

O resultado dessa fórmula – criatividade, técnica e caprichos de um forno – você  vê aqui abaixo:

Quer fazer uma encomenda para a Raquel? Mande um email para raquelceramica@gmail.com ou na sua página do Facebook.

Você também pode gostar de …

Inspiração Indiana

Em flor. Cerâmica.

Imagens de um bazar

Read Full Post »


Algumas palavras que inspiram. Olhos abertos para as cores e flores do dia. Pés na grama e sonhos nas nuvens. Uma música que embala. Precisa mais?

Bom fim de semana.

DESEJOS

Desejo a vocês…
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

Carlos Drummond de Andrade

Imagens balas e balões: http://www.weheartit.com

Você também pode gostar de…

FullSizeRender_1 2

Pausa

De repente, nada

Apetites


Read Full Post »

Older Posts »