Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Comida italiana’ Category

afdf88c957ebfed39344c3db2eb3d0d9

Minha sogra deixou que seu filho de 22 anos atravessasse o Atlântico, da Itália para morar per sempre no Brasil.

Vou deixar você aí pensando nisso: você, mãe de criança pequena que nem consegue imaginar que ela um dia vá ficar a 500 metros de distância do seu olhar ou abraço. Você, pai de adolescente que tem certeza de que aquela criatura que está aí testando todos os limites vai precisar sempre da sua orientação ou presença. Ou vocês que, ao verem o filho se tornar um adulto determinado e promissor, percebem que têm um companheiro para todas as horas. E então, ele vira para você e diz que vai mudar de país, e para um que fica a 12.000km de lonjura…

Já pensou? Na época, como eu era a que queria que ele viesse, também jovem, jovem, sem planos no horizonte de ser mãe de ninguém, achei natural. Só fui entender o tamanho do desprendimento de minha sogra, o quanto deve ter sido difícil ver esse filho partir, à medida que os meus foram nascendo e crescendo. A ficha caiu quando o mais velho fez os tais 22 anos e eu senti uma dor cúmplice, um grande respeito pela pessoa que acreditou num garoto cheio da arrogância, certezas e coragem inerentes à idade.

O fato é que esse filho veio, assim jovem, para sempre, da Itália para o Brasil. Aqui constituiu família e fez com que essa Nonna visse seus netos crescerem à distância. Mesmo assim, ela conseguiu ser presente, forte, influenciando seus descendentes com suas histórias, receitas e tradições. A ela, minha gratidão e admiração por não ter imposto dores a mais a esse filho desgarrado de casa e país. Por ter me visto como filha, como lar para o filho que partiu. Virou uma mãe longe, mas perto, para nós dois.

DSC04083

Eu falei receitas? Pense numa mulher que viveu sob a influência das culturas árabe, grega e italiana e as transferiu para a sua culinária. Já falei de uma receita que aprendi com ela aqui, os Tomates Recheados. Hoje, compartilho outra coisa que faz muito sucesso aqui em casa: Penne alla Vodka. Bom e fácil.

DSC04031a

Penne ala Vodka

Ingredientes
Molho de tomate (uso aqueles em garrafa, passatas de tomate sem nenhum tempero além do sal. Ou o molho de tomate caseiro que também aprendi a fazer com a sogra. Assunto para outro post)
3 dentes de alho
Azeite de oliva
Pimenta calabresa ou peperoncino (a gosto)
Sal a gosto
1/2 colher de chá de açúcar
2 colheres de creme de leite
1/4 de copo de vodka
Folhas de manjericão

Como fazer:
Cubra finamente o fundo de uma panela com azeite de oliva. Coloque os dentes de alho e deixe que dourem levemente. Adicione o peperoncino e em seguida coloque o molho de tomate. Tempere com sal e 1/2 colher de chá de açúcar. Abaixe o fogo e deixe apurar, semi-tampado, por uns 15-20 minutos.
À parte, em uma tigelinha, coloque o creme de leite, a vodka e as folhas de manjericão.

Cozinhe a massa seguindo o tempo sugerido para que fique al dente, menos um minuto. Escorra a massa e misture com parte do molho, sobre a chama de fogão por um minuto, para incorporar o molho. Apague o fogo e adicione a mistura de creme, vodka e manjericão. E sirva, com o molho restante em uma tigela para quem quiser mais “molhado”. Parmesão ralado combina.
Bom apetite!

Imagem casa: Pinterest

Foto da sogra: provavelmente feita pelo sogro, 1960, Roma. * A sorte é que ficou um gêmeo com ela lá…

Você também vai gostar de…

DSC00816Minha gastronomia grega

01Mães

DSC_0026Ganhei da minha mãe

Anúncios

Read Full Post »

DSC02488

Conheci o Eataly em Nova Iorque e já achei o máximo. Comida italiana da melhor qualidade concentrada em um só lugar fora da Itália, tinha todo o sentido. Quando soube que tinham inaugurado um em Roma, achei meio estranho: mas se é tudo comida italiana, em Roma… Para que mesmo?

Fui conhecer e me rendo: tem tudo a ver! O lugar é um espetáculo, 10 vezes o tamanho do Eataly de NY e tem de tudo: livraria, óleos de oliva, vinhos, queijos, pães; restaurantes de cada área da comida italiana: pizzas, massas, doces, sorvetes, peixes, frios, saladas, pannini, verduras e fritos. O difícil é escolher onde você vai encostar a sua fome. Decidimos por pizza e sorvete. E acertamos.

DSC02503

DSC02517

E quer saber por que faz sentido, afinal, ter um centro de comida italiana na Itália? Porque a Itália tem um regionalismo na culinária tão marcado, que cada pedaço desse país relativamente pequeno tem a sua comida típica. E no Eataly a gente encontra o típico de cada região reunido num só lugar. Recomendo!

DSC02510

DSC02501

DSC02511

Mais dicas sobre Roma, aqui. E muitas sobre a Itália em geral, aqui.

Você também pode gostar de…

Captura de Tela 2012-10-09 às 17.47.32Casa Lapostolle – Chile

DSC0322aComidinhas de Nova Iorque

Captura de Tela 2012-09-10 às 22.29.48Quando em Nova Iorque…

Read Full Post »

Esse post foi publicado originalmente no blog da minha filha, o Confissões de uma Doceira Amadora, há um ano. Resolvi resgatá-lo porque a doceira já não é amadora e acaba de se formar em uma escola de culinária em Nova Iorque com esse bolo:

E porque estou com saudades.

Começa com uma apresentação da Marina:

“Hoje, quem vai escrever vai ser minha mãe, a Jô. Ela também tem um blog, o Arte Amiga. Ela tem porque me copiou. Sim, essa é a mais pura verdade. Feio, eu sei. Mas eu amo ela mesmo assim. E devo admitir que o blog dela… bom, pode ser que seja mais legal que o meu. Mas, vou deixar vocês serem os juízes. Já falei que vocês estão lindos hoje? Mais magros e interessantes? Bom, só comentando! Mas voltando ao assunto, minha mãe foi viajar por Roma, pra visitar meu irmão que está morando por lá. Eu sei, pobrezinho. Mas agora ela vai contar um pouco das doçuras de Roma!”

“Estive em Roma e como mãe de uma doceira, prestei muita atenção aos doces romanos. Na verdade, nem precisa prestar muita atenção, pois a gente tropeça em confeitarias e sorveterias a cada 5 passos. Tudo é apetitoso e delicioso, mas eu tenho a sorte de enjoar fácil de doces, por isso preferi fotografar.

O povo italiano é movido a café. O capuccino é o preferido e qualquer hora é hora. Foi lá que nasceu o café espresso ristreto, fortíssimo. Nas cafeterias que estão a cada esquina, tem uma quantidade industrial de docinhos e cornetos, que estão ali para acompanhar o café. Ou seja, italiano passa o dia tomando café e comendo doce. No intervalo, uma pizza, é claro.


A confeitaria que achei mais formidável foi a Cristalli di Zucchero. E nessa viagem descobri que tem uma filial bem pertinho de um ponto turístico que muita gente adora visitar, apesar de eu não ver a menor graça nele: a Boca della Veritá. A história é que o povo vai lá para colocar a mão dentro da boca – se falar a verdade, nada acontece, mas se estiver mentindo, a boca decepa a sua mão. Programão, não?


Sorvete é outra delícia essencialmente italiana. Os sabores são os mais variados, a textura perfeita e eles são totalmente contra usar aquela colher para fazer bolas de sorvete. O negócio é espalmar artesanalmente quantidades generosas sobre o corneto e ainda coroar com uma dose de panna (chantilly quase sem açúcar, só para calibrar calorias). E eles têm um sabor que adoro e que ainda não vi aqui no Brasil: o Fior di Latte.

Nutella é italiana, quem não sabe? Isso significa que crianças italianas têm a mesma relação com a Nutella que nós aqui temos com a margarina ou o requeijão cremoso: servem para passar no pão. Só isso para mim já era meio estranho, mas comemos um sanduiche de Nutella, com óleo de oliva e grãos de sal. Bizarro? Mas delicioso!


Quer ir visitar um amigo? Não apareça sem levar uma torta. A sorte é que em todo canto tem uma geladeira bem recheada como essa para você não aparecer de mãos abanando.

E resolvi testar e mostrar a receita do meu doce italiano preferido, sempre prontinho nas geladeiras das confeitarias, os Profiteroli al Cioccolato.

Se você, como eu, gosta de cozinhar mas acredita que dá para fazer isso de modo prático, compre profiteroles prontos em alguma confeitaria perto da sua casa. São também chamadas de Carolinas, devem ser pequenas e sem recheios. Para essa torta usei apenas 12, mas você vai definir a quantidade de acordo com a “pirâmide” que você quer fazer.

Profiteroli al Cioccolato

Ingredientes:

12 carolinas pequenas

150 gr. de creme de mesa fresco

10 ml de leite

170 gr. chocolate meio amargo em pedaços

Coloque o creme de leite e o leite em uma panela. Quando estiver perto de começar a ferver, adicione o chocolate, desligue o fogo e mexa até dissolver os pedaços do chocolate e formar uma calda lisa e homogênea. Coloque na geladeira para atingir o ponto ideal. Enquanto isso, bata o chantilly.

Chantilly para o recheio: bater 250 gr. de creme de mesa fresco com 1 colher de sopa de açúcar e uma colher de chá de açúcar de baunilha. Se quiser um chantilly mais leve, adicione uma clara batida em neve.

Montando a delícia: faça um furo pequeno com o cabo de uma colher na parte debaixo do profiterole, coloque o chantilly em um saco de confeiteiro.

Recheie os profiteroles e depois mergulhe-os na calda de chocolate. Dá um banho de chocolate, pesca a delícia toda enchocolatada e vai montando a pirâmide. Pronto e lindo!


E se você quiser assistir uma italiana ensinando a fazer esse doce, fique à vontade. Ela é bem mais disposta do que eu, ensina até a fazer a massa dos profiteroles:

Marina, adorei estar aqui! Bjo da Mamma.”

Você também vai gostar de…

Itália em New York

Arroz à grega??

Bolo + artesanato = Boleira

Read Full Post »

Meu marido é romano. Mora no Brasil há 30 anos, mas ainda conhece bem a sua cidade e vai frequentemente para lá. E tem também o Leo, nosso filho, que passou um período morando no centro histórico e muito aprendeu sobre a Cidade Eterna. Por conta disso, recebemos sempre solicitações de dicas, o que fazer, onde comer, onde ficar. Aí veio a oportunidade de oficializar esse compêndio de ideias sobre Roma aqui no blog. Facilita para quem pede e para quem dá as dicas. Se Roma está entre seus próximos destinos, leia e guarde!

Muitas indicações já estão na página Itália do blog. Aqui complementamos. E abrimos para sugestões. Se você conhece algum restaurante, lugar especial ou passeio imperdível, comente que prometemos testar na próxima viagem! E ir completando essa lista!

Roma – Dicas de um romano que mora no Brasil. Mas continua romano! E de seu filho, um romano por adesão.

Comida:

Tomar café da manhã como os romanos fazem, num bar de qualquer esquina que você encontra. É claro que se no seu hotel o café está incluído, coma lá, mas torça para poder sair logo cedo de manhã e entrar num bar para pedir um cappuccino e um cornetto ou simplesmente um caffe ristretto….imperdível. Os garçons não costumam ser os mais gentis, mas faz parte do charme.

Comida na Itália é arte, portanto a tendência é comer bem em qualquer lugar. Só evite restaurantes para turistas, vai pagar caro e comer médio. Como identificar restaurantes para turistas? Geralmente tem alguém na calçada quase te empurrando para dentro e o cardápio está em inglês.

Comida – lugares que precisam ser conhecidos:

1. Caffé Greco:  Via Condotti,86 – no Centro de Roma aos pés da Piazza di Spagna. Visite o site: www.anticocaffegreco.com

2. Caffé Santeustacchio: Piazza Santeustacchio, perto da Piazza Navona. Visite o site www.santeustacchioilcaffe.it

3. Pizzaria ALICE, a melhor pizza al taglio: Via delle Grazie 7/9. Perto do Vaticano, indo para os Museus Vaticanos. Mais informações aqui.

4. Sora Margherita: restaurante no bairro Il Ghetto, mais precisamente na Piazza delle Cinque Scuole, 30. É uma portinha vermelha que quase passa desapercebida. Fique atento. Este restaurante fica perto de Campo de’ Fiori, outro lugar que precisa ser visto. Tem uma belíssima feira de alimentos todas as manhãs.

5. Ristorante 34: perto da Piazza di Spagna, na Via Mario dei Fiori, 34. Comida excelente. Visite o site: www.ristoranteal34.it

6. Gusto Ristorante: tem pizzaria, restaurante, cervejaria. Piazza Augusto Imperatore, 9 – perto da Via del Corso. Visite o site: www.gusto.it

7.  Sorvetes: Gelateria Giolitti, o sorvete mais famoso de Roma: Via Uffici del Vicario 40 – perto do Parlamento. Fazem sorvete desde 1900. Visite o site: www.giolitti.it . O melhor sorvete, segundo especialistas aqui de casa, á Ciampini Gelateria – Piazza S. Lorenzo di Lucina, 29, perto da Via del Corso. Visite o site: www.ciampini.net

8. Pastificio que está na Via della Croce, quase chegando na Piazza di Spagna. Bom para comer uma massa boa e barata, com um copo de vinho tudo por 4 euros.

Básico da comida em Roma:

Pizza al taglio é sempre uma boa pedida e você encontra muitas por lá.  Perfeita para quem está em pleno turismo, andando pra lá pra cá. Ande pra lá e pra cá com um belo pedaço de pizza na mão. Aproveite para variar os sabores que são muitos. Mas invista nos garantidos: pizza bianca, pizza rossa, tudo que levar funghi porcini e fiori di zucca.

Entre em um supermercado de bairro ou nas mercearias que encontrar e peça pão, presunto cru e mozzarella de buffala e faça o seu sanduíche sentado em uma escada ou banco de praça.

Chega de comer, agora um pouco de cultura!

1. Museus Vaticanos, com ênfase para a Capela Sistina. A experiência de subir a escada da torre de Basílica di San Pietro também é muito interessante.

2. Subir a escadaria da Piazza di Spagna e andar pelos Jardins da Villa Borghese. Lá, ver Roma do Pincio. Reserve um dia para esse passeio e faça lá aquele sanduíche cujos ingredientes você comprou na mercearia. Tem muito gramado, bancos de praça e sombras de árvore. Os romanos adoram relaxar ali nos dias de sol.

3. Estando lá, aproveite para ir na Galleria Borghese.

4. Passeio pelo Monte Aventino, o Giardino degli Aranci que tem uma vista maravilhosa da cidade e il buco, um buraco de fechadura na sede da Ordem Soberana e Militar de Malta (Piazza Cavalieri di Malta) que emoldura perfeitamente uma vista da Basílica de São Pedro.

5. O Lungotevere, calçada ao longo do Rio Tevere. E o bairro Trastevere, muito charmoso.

6. Quirinale e a troca da guarda.

7. Ostia Antica: dá para chegar lá de trem, fica a uns 20 minutos do centro de Roma e vale o passeio. É uma cidade antiga, preservada em suas ruínas. Muito verde e tranqüilidade, você passeia entre casas que foram restaurantes, saunas, teatro, açougue, bombeiros. É como andar em Pompéia, sem a tristeza que Pompéia traz. Essa cidade apenas foi deixada para transferência da capital para Roma, muitos anos A.C.

Onde ficar:

A primeira sugestão, mais prática e barata, é ficar perto da estação principal, chamada Termini. Os hoteis/albergues com certeza serão mais baratos e ali vai estar em um lugar fácil tanto pra chegar e sair da cidade como para ir ao centro histórico (ali passam as duas linhas de metrô e muitos ônibus).

A segunda sugestão, mais legal e cara, é ficar mais para o centro histórico de Roma. Toda a região entre Campo di Fiori, Piazza Navona, Fontana di Trevi e Coliseu! Até mesmo Trastevere, que é do outro lado do rio, é legal. O problema é que no centro histórico a locomoção é mais difícil. Não chegam metrôs e só poucos ônibus (minis) passam.

Aqui, uma dica quentíssima: o mapa de todos os locais que Leo visitou e apreciou!  http://maps.google.com.br/maps/ms?msid=202830585838607908672.00049bcaa04796bfe5607&msa=0

Uma experiência romana no cinema…

Boa viagem!

Mais dicas de viagem em…

Grécia

Roma – artesanato

Itália em Nova Iorque

Read Full Post »

Nessa estadia em Nova Iorque descobri que minha alma é italiana. Mesmo sendo de origem alemã, vivendo no Brasil e estar passeando pela incrível Big Apple, foi quando entrei no Eataly que fiquei feliz de verdade.

O Eataly é um mercado aberto há pouco mais de um ano na esquina da 23th com a 6a Avenida, pertinho do Flatiron Building. Ali existe uma homenagem à comida da bela Itália. O conceito é simples: trazer ao consumidor a verdadeira comida italiana. Tudo natural e fresco. Nesse cartaz está escrito: a única coisa congelada aqui é nosso sorvete.

Os tomates, maçãs, massas e pães confirmam esse lema.

O lugar tem várias ilhas de restaurantes, separadas por proposta de comida italiana: Le Verdure, La Pizza, La Pasta, I Pani (para sanduíches). Festa para os paladares. Não esqueça dos doces, por favor. Take the gun and leave de canolli, já dizia Marlon Brando. Lá tem, canolli, cornetti e por aí afora.

Aí você senta em uma das mesas dos restaurantes ou em bancos no balcão de frente para os pizzaiolos genuinamente italianos da Rosso Pomodoro, a pizzaria que eu estava procurando por Nova Iorque e encontrei ali, e recebe fatias de pão italiano envolto em um papel rústico, um pratinho de azeite de oliva e uma acqua frisante e espera, praticando mergulho de pão no óleo, por uma deliciosa lasanha. Delícia! Faltou um vinho, fica para a próxima quando estiver com meu marido.

Mesmo passeando bastante pela Itália, não tinha visto ainda tantos azeites de oliva juntos. Ou vinagres balsâmicos, marcas infinitas! O jeito americano de fazer, tudo ao máximo.

Não podiam faltar, logicamente, os utensílios domésticos produzidos na Itália, como das marcas Bialetti e Alessi.E muros de Barilla.

New York é formidável, mas os EUA que me perdoem… minha viagem é a Itália.

Você também pode gostar de….

DSC02511Eataly na Italia

Nizza – Mosaico e comida italiana

Provar e aprovar

Read Full Post »

Minha filha tem um blog. Há um ano, começou a fazer doces e compartilhar sucessos e sustos no Confissões de uma Doceira Amadora. O dono da Gepetto Pizza & Cucina, restaurante delicioso e já tradicional em Curitiba, acompanhou a trajetória da Marina no blog e a convidou para fazer as sobremesas lá.

Resultado: a amadora está se profissionalizando, com o suporte do chef de cozinha e do Amor (sim, ele se chama assim), amigo da família há anos e a quem eu precisava agradecer a oportunidade. As coisas só acontecem quando alguém acredita na gente.
O agradecimento que escolhi foi fazer essa caixa de chá, com a marca do restaurante.

Quando for na Gepetto, depois da sobremesa, peça chá!

Marina apresenta uma mesa de sobremesas na Gepetto. Variam a cada dia e são sempre uma delícia!

Sobremesas deliciosas na Gepetto.

Mousse de Nutella!

Você também vai se deliciar em….

eat3

Pizza na Itália

Bolo de milho e feriado

DSC_0209Recomendo

Read Full Post »

A Nizza tem tudo a ver com a Itália. É italiana, dá aula de italiano, faz mosaico com mármore da Itália e cozinha comida… italiana! E ela apareceu na televisão, dando a receita de Pesto Genovese. Aproveite. Os detalhes da receita você encontra na página Receitas. E logo abaixo uma amostra das suas artes em mosaico e vidro.

www.mosaiconizza.com

Você também vai ver a Itália em …

No coração de Roma

Roma – nem tão romântica assim

Read Full Post »

Older Posts »