Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Canecas’ Category

DSCN3839

Emília Wanda, vira e mexe, passa por aqui. Inventadeira, está sempre criando moda. Cerâmica costuma ser seu canal mais conhecido, mas ela adora investir em novidades.

DSCN3841

Assim, ela partiu para a técnica do empapelamento e modela com papel velho aquilo que quer representar. O próprio papel, depois, vai revestir a estrutura inicial até adquirir a forma desejada, como simpáticos coelhos de Páscoa que podem levar ovos ou balinhas, e pequenas esculturas que carregam mensagens personalizadas: um bicho de estimação amado, um hobby, um jeito de ser. Reciclagem, consumo consciente e artesanato – combinação que eu admiro.

11082875_901579829862504_868764369_n

FullSizeRender_1

Os pratos e canecas personalizados continuam brotando das canetas, cores e pincéis. E das histórias que filhos e netos que querem presentear familiares, contam para Emília Wanda.

DSCN3847

DSCN3848

DSCN3850

FullSizeRender

Ela combina muito com a campanha de economia de plástico nos ambientes de trabalho. A proposta é: adote uma caneca!

21986_891319054244852_7618879952326772477_n

1980265_911431662210654_8959378700775025121_o

Outra novidade fresquinha são desenhos com a cara e vida do desenhado, seguindo a nova tendência do “colorir para relaxar”. Dá para encomendar, acredita?

11118349_904691839551303_416696794399661337_o

Com tantos recursos, Emília Wanda tem uma proposta linda: realizar projetos pessoais. Você quer fazer as lembrancinhas do aniversário do seu filho? Um presente que seja pensado especificamente para alguém e que o represente de modo especial? É essa a ideia: Emília Wanda te ajuda nesse percurso de criação, na busca e construção de um projeto: cerâmica, desenho, escultura, desenhos no papel, porcelana. Você vai achar o teu canal para demostrar teu amor, alegria, apreço, interesse. Com algo que você fez.

Para o Dia das Mães, então, presente super! Você pode fazer (ou encomendar, ok) um prato com a árvore genealógica da família, uma caneca só para ela, um desenho personalizado para ela colorir, uma escultura que represente algo de ela gosta muito… Pense nisso, porque tempo, dá!

Quer falar com ela? emiliawanda@yahoo.com.br

Emilia Wanda faz dupla com o Renê, pintor que admiro muito e sobre o qual falei aqui: As telas de Renê

Você também vai gostar de…

DSCN2118

A delicada arte do recorte

PicMonkey Collage2Eu compro de quem faz

DSC_0183 Eu não falei?

DSC03660Desenhar

Anúncios

Read Full Post »

Como sou fã da ideia do Compro de quem faz, compartilho o conceito: podemos presentear objetos menos industrializados, valorizando produtos praticamente exclusivos. Conheça artesãos e ateliers que já andaram por aqui e encontre algo bonito e personalizado para um presente diferente.

Bárbara faz bichosbolsasdeáguaquente. E muitas outras coisas de tecido.

1013479_493780084031792_248259089_n
As coisas de pano de Barbara

A Bárbara também teve essa ideia linda: juntar livros e bonecos. Nesse caso, o meu A Coceira de Bartolomeu (que também é uma boa ideia de presente!) acompanhado de um boneco para contar a história ou, simplesmente, abraçar e sonhar.

E você pode escolher o personagem de história que seu filho ama para virar boneco!

Da mesma família e com talentos manuais também (faz ilustrações lindas!), a Águeda Horn pinta essas colheres de pau personalizadas. A da minha cozinha ficou um charme.

Gogó continua fazendo dobraduras sensacionais.

DSCN3578    Mais origamis de Gogó

Os pratos rendados da Rosana Erci. Você pode marcar um prato para sempre com uma toalhinha de renda. Aqui também.

DSCN3551

Contar uma história através de um recorte, único e sensacional, da Malu Scheleder. Aqui.

DSCN2118

A delicada arte do recorte

Lenços artesanais, de seda, lindos. As cores… veja aqui. Da Liane Mestrinho.

A cor da seda

Verônica faz esses desenhos lindos em livros antigos. Combina muito com a Freguesia do Livro, por isso, adoro.

Colares e cerâmicas da Ocléris. Sucesso na certa. Conheça seu quintal e sua arte aqui.

Quintal e cerâmicas

Emerson está cheio de bons presentes: cadernos, caixas, tudo feito com papel. Conheça a cartonagem do Emerson aqui.

Emerson e cartonagem

Por ser totalmente apaixonada por caleidoscópios, teimo em pensar que todos adorariam ganhar um. Heidi faz caleidoscópios lindos. Sugestão aqui.

Um caleidoscópio para chamar de seu

Um desejo de boa sorte, tem presente melhor? Caixinhas com bulbos de trevos de 4 folhas. Veja aqui.

Raquel faz coisas lindas em cerâmica corda-seca. Quem sempre está visitando o ArteAmiga a encontra bastante por aqui. Porque ela é  craque e porque mora no meu coração. Veja algumas coisas da Raquel aqui e aqui.

DSC04707

Que bolo, que prato!

Se você prefere telas, conheça o trabalho do Renê Tomczak. Aquarelas e pinturas a óleo, veja aqui.

As telas de Renê

Pratos e canecas personalizados feitos pela Emília Wanda: emiliawanda@yahoo.com.br e aqui

col

Emília Wanda

Rebeca faz jóias lindas com recorte a laser. E deve estar cheia de novidades, pois vive criando.

DSCN2879
As joias contemporâneas de Rebeca

Hélio Leites está na Feira de Artesanato do Largo da Ordem-Curitiba, todos os domingos. Ainda dá tempo de ir escolher alguma de suas peças na sua banca. Veja alguns exemplos aqui.

Artemista, atelier da Suzana Cavalheiro cheio de boas ideias de presentes.

Madeira, porcelana, faiança, sachês. Vale a pena visitar.

Uma curitibana por adoção, que ensina a escrever e escreve que é uma beleza, se descobriu pintora nos encontros com os Croquis Urbanos. Adora sombrinhas e, criativa, decora-as ao gosto do cliente. Doralice Araújo: aqui

10841770_406947969469426_4413203517245501172_o

Bancos e banquetas. Para crianças, para enfeitar a casa.  Aqui e aqui.

Bancos e mais bancos

Camisetas. Aqui e aqui.

DSCN3387

E uma caixinha cheia de trufas da Siomara? Veja aqui como são apetitosas e encomende aqui.

E que tal presentear a possibilidade de desenhar, sabendo ou não? Esse caderno da Flávia Sherner proporciona isso. Aqui.

Uma mensagem ecológica: sacolas retornáveis. Presente que tem uma sugestão de carona: use menos plástico!

Necessaires, bolsas, almofadas…. A Chris cria de tudo. Encomende, chega rapidinho. Aqui.

Você também pode gostar de…

DSCN1168Gravando! Doce em vídeo

Captura de Tela 2013-03-03 às 10.24.34

Surpreendo-me

DSC03307Pedras pintadas

Read Full Post »

Tem gente que consegue misturar ternura e poesia nas coisas mais inesperadas. Um sapo, um ovo, um passarinho, uma acerola, tudo tem uma historinha que enfeita. Assim é Emília Wanda, que com delicadeza me conta sua trajetória, definida pelo pai, tão encantado por Monteiro Lobato que deu a ela o nome da boneca falante e os caminhos profissionais trilhados pelo admirado escritor: “minha filha, você vai ser advogada ou artista”. Rendendo-se ao fato de que o estudo das leis não eram a sua praia, Emília Wanda seguiu a estrada que lhe restava: cursou Belas Artes. Dali já saiu trabalhando com cerâmica, a arte do detalhe nas miniaturas.

Curitibaninhos do tempo da Pia&Mia.

Minha família. Também Pia&Mia.

Dos tempos de estágio no Atelier Quintal.

Um mini-Advento.

Achou o óculos do Papai Noel? Tem o tamanho da ponta de um dedo.

Terminado o período da cerâmica, Emília Wanda se aventurou por outros caminhos. Com habilidade especial na compreensão das cores, percebeu que as mil plumagens de um passarinho se desvendavam coloridas diante de seus olhos. E os passarinhos começaram a surgir em telas e mais telas.

Hoje trabalha no Artemista e em seu atelier próprio. A volta à cerâmica era inevitável e agora cria tudo o que a imaginação permite: os passarinhos aparecem em formas e simpatia, os ovos para decorar a Páscoa, os coelhos com uma barriga que pode receber um doce mimo.

Atenção para o nariz em coração.

Um lugar para abrigar um docinho. E o rabinho… em coração.

Ovos de madeira.

Já deu para notar que Emília é uma produtora artística de muito recursos. Decora madeira com a Kamo na Artemista. É craque em personalização: pratos com a árvore genealógica de uma família, super presente para avós, e canecas com as características do presenteado.  Paredes sob encomenda, como a que fez na casa da minha querida amiga Mônica.

Emília arborizou a casa de Mônica.

Emília Wanda, a boneca que faz arte.

Saí de lá com esse presente.  Pipius e acerola. Dá para ser mais mimoso?

Na casa da Emília Wanda encontrei isso aqui. Mas isso é conversa para outra hora… que você pode ver aqui.

Encomendas? Ela gosta: emiliawanda@yahoo.com.br

Você também vai gostar de…

Artemista

Pontos fortes

Pomar

Read Full Post »

Raquel e eu somos amigas há uns… muitos anos. Somos daquele tipo de amigas que fazem parte das histórias umas das outras, daquelas que você não precisa explicar o antes, porque ela vivenciou o antes com você. Não precisa explicar o agora, porque ela faz parte dele todos os dias. E não precisa explicar o futuro, porque ela simplesmente vai participar dele.

Raquel faz cerâmica de corda-seca, técnica que se origina com os incas e outros povos antigos que, ao decorar suas peças de cerâmica, separavam as cores de seu desenho com um capim gorduroso ou tirinhas de argila, antes de levá-las para a queima (atualmente a separação é feita por traços de grafite). A tinta não é pincelada, mas sim pingada nos espaços desenhados, e nessa fase, as cores são todas esbranquiçadas, o que exige do artista imaginar como a pintura vai ficar, pois o colorido real só se revela quando sai do forno. Um exercício de abstração e paciência. E otimismo, sempre esperando que as peças e as cores se comportem como idealizado …

Antes da queima.

Depois da queima. Diferente, não?

Depois da queima. Dá pra ver quem é quem?

O resultado dessa fórmula – criatividade, técnica e caprichos de um forno – você  vê aqui abaixo:

Quer fazer uma encomenda para a Raquel? Mande um email para raquelceramica@gmail.com ou na sua página do Facebook.

Você também pode gostar de …

Inspiração Indiana

Em flor. Cerâmica.

Imagens de um bazar

Read Full Post »

Para que tudo isso? Já fiz essa pergunta por aqui e eu mesma respondi que das coisas que temos em excesso, muitas têm motivos sentimentais para se tornarem intocáveis: “Isso ninguém tira daqui, e ponto”. São objetos que nos foram dados ou pertenceram a pessoas que fazem parte de nossas histórias ou que compramos em dia-local-companhia especiais. Como diriam minhas amigas psicólogas, são coisas que significam. Têm um sentido para quem as guarda, protege e exalta, pequenos altares emocionais onde habitam os valores de cada um, formas de respeitar as memórias daqueles que as fizeram, presentearam ou apenas deixaram quando se foram.

Aquilo que hoje guardo e cuido, ficará. Será que fará parte da história de alguém?

Minhas madeiras com história, no momento têm como artista principal essa caixa do faqueiro de minha avó. Quando fomos, meus irmãos e eu, ver o que havia ficado em sua casa, essa caixa estava lá, largadinha, sem o faqueiro que foi se perdendo pela vida. Caixa grande com um verniz que resolvi eliminar  e descobri uma madeira linda por baixo. Agora vai ser pintada e valorizada. Bem-vinda, caixa de faqueiro da minha avó. Isso ninguém tira daqui, e ponto.

E aqui a caixa já com sua nova fachada.

Caixa antiga com cara nova.

Mesa de canto antiguinha que ganhou cores e flores:

Baú que meu avô construiu. Faz tempo que fiz os girassóis, de que nem gosto mais. Hora de rever a história.

Canecas também têm história. Pelo menos na minha casa. Elas vão se acumulando, uma porque eu trouxe da viagem dali, outra de uma viagem de lá, uma porque ganhei dos filhos, duas porque são as preferidas do marido, uma ainda porque só naquela consigo tomar o café perfeito. É, como eu sempre digo: cada um do seu jeito, cada um com sua história.

Você também vai gostar de …

DSCN2177c

Casa com história

Madeira em flor

Arte no atelier

Read Full Post »